A revista Olhar Online em sua primeira edição entrevistou Ana Roque, leia a matéria completa a seguir:

Olhar Online: Fale um pouco sobre sua experiência  como corretora de imóveis:

Ana: Trabalho há mais de 15 anos no mercado imobiliário nos EUA. Comecei como Mortgage Specialist (Especialista em Financiamento de Imóveis) depois que comprei minha casa em 2004 através do Julio Roque que me treinou e me capacitou. Ajudei muitos brasileiros a conquistar a casa própria e também atravessar a crise imobiliária de 2008 com o Loan Modification (modificação do financiamento) e hoje as casas desses clientes valem mais de 1 milhão de dolar. Em 2009, comecei a trabalhar como Corretora…. de Imóveis, batendo o record de vendas até que em Fevereiro de 2012, mudei para o Sul da Florida com meu esposo. Trabalhei em algumas Imobiliárias, mas, fui me envolvendo com a mídia e eventos, ficando um pouco distante da minha profissão que amo de paixão. Meu cunhado Julio Roque nos convidou para voltar a trabalhar com ele em Massachusets, pois ele não estava dando conta de atender o mercado super aquecido. Aceitamos o desafio e voltamos para MA em Maio de 2018. Meu esposo Mario Roque trabalha na área de Financiamento de Imóveis e eu voltei a trabalhar como Corretora de Imóveis com força total. Tenho clientes de diferentes nacionalidades, pois falo Português, Inglês e Espanhol. Em menos de 2 anos já vendi mais de 20 casas cumprindo com minha missão de mentoria com cada cliente fazendo parte do legado deles e ajudando a realizar seus sonhos. 

Olhar Online: O mercado imobiliário mudou com o início da pandemia nos EUA?

Ana: O mercado imobiliário ficou um pouco mais restrito com as regras devido a pandemia, mas continua aquecido. Os juros baixaram muito, na faixa dos 2% a 3%, o qual tem atraido vários proprietários a refinanciar suas casas e compradores que já estavam se preparando para a conquista da tão sonhada casa. 

Ana: Vale a pena pagar a vista quando o mercado está em crise, valores baixos e tem menos procura. É vantagem se a pessoa se preparou para esse momento, economizando e esperando o tempo certo. Se o mercado está em alta, é melhor financiar,  pegar um juro baize, pois não compensa a pessoa usar todo o seu suor, o que poupou, o mercado pode oscilar e a pessoa perder na desvalorização. 

Olhar Online: Mercado americano tem imóveis a preços mais atraentes que o mercado brasileiro?

Ana: Com certeza!

Olhar Online: É preciso ser um cidadão americano para comprar uma casa nos Estados Unidos?

Ana: Não. Tem opções para quem tem o social security number + work permit authorization com entradas baixas de até 3%, tem a opção com o ITIN number com entradas altas ou com hard money (direto com investidores), a entrada é alta,  mas não precisa comprovar imposto, crédito…

Para mais informações, falar com um Loan Officer (financiamento).

Olhar Online: O interessado em comprar imóvel e que vive fora dos EUA, tem que viajar para os EUA para o fechar o negócio?

Ana: Se a pessoa mora no Brasil, ela tem a opção de comprar com uma procuração, mas precisa ter visto e comprovar renda no Brasil. Para mais informações, falar com um Loan Officer. 

Olhar Online: Morando no Brasil eu preciso ter uma conta bancária na Flórida ou Massachussetes para comprar um imóvel?

Ana: Sim. Geralmente, o Corretor de imóveis direciona para um profissional responsável de fazer esse tipo de processo.  

Olhar Online: Comprar uma casa nos EUA pode contribuir para obter o Green Card?

Ana: Infelizmente não….

Olhar Online: Quais são os documentos necessários para adquirir um imóvel nos Estados Unidos?

Ana: depende da opção que o cliente foi qualificado. Geralmente, para quem tem o seguro social e trabalha como autónomo: precisa de 2 anos de imposto de renda, extrato bancário, crédito, trabalho com 2 anos de história…

Olhar Online: Como fazer a remessa de valores para os Estados Unidos?

Ana: Através de Remessa Internacional (Bancos) ou Remessa Expressa (Agências de Câmbio).

Veja outras matérias da Revista Olhar Online clicando AQUI

 

Leave a Reply